Marcelo Rebelo de Sousa

Sempre gozei imenso com Marcelo ao longo da minha vida. Sempre o achei uma pessoa medíocre que ia uma vez por semana dizer umas trivialidades na TVI. Achava-o no entanto mais inteligente que isto. Achava que ele preferia manter a sua enorme popularidade a ter um cargo politico porque eventualmente as pessoas descobririam verdadeiramente o medíocre que é e nunca mais iria recuperar essa popularidade.

Marcelo Rebelo Sousa representa tudo o que está errado neste país: a mediocridade, o chico-espertismo, os lobbys. É bastante evidente que Marcelo foi levado ao colo pela comunicação social até à eleição, inclusive os jornais decidiram espetar manchetes relacionadas com ele no suposto dia de reflexão. Não se importam de pagar pesadas multas, o importante é que se vote como deve ser. É a tal democracia que se gosta de dizer que existe.

Como seria de esperar, Marcelo não disse nada de relevante durante a campanha, apesar de falar muito. No entanto houve uma citação que na altura me ri, mas depois fiquei a pensar acerca disso. Ocorreu no debate com o candidato Henrique Neto, em que Marcelo disse que formou “25.000 alunos”. Então mas ele dá aulas ou lê 500 livros por semana? Sempre ouvi dizer que eram assistentes a dar as aulas por ele, mas se ele efectivamente deu aulas ao longo destes anos todos, então quer dizer que ele falava dos livros sem os ter lido? Ou faz tudo ao mesmo tempo? De qualquer maneira, isso é apenas banter fácil para uma afirmação tão idiota como essa. É impossível para um professor universitário formar 25.000 aluno nesse período de tempo, leccionando apenas uma cadeira por semestre.

Marcelo é um preguiçoso, um individuo cuja família é extremamente rica com enormes afinidades com as pessoas do estado novo.  Marcelo portanto é uma pessoa a quem nunca faltou nada ao longo da vida, nunca teve de lutar por nada, tudo lhe foi entregue de bandeja, inclusive…a eleição para presidente da República.

Obviamente que não esperava outro resultado eleitoral que não este, como tal já me é indiferente(tempos houve em que ficava mesmo revoltado com resultados eleitorais). A eleição de Marcelo é apenas o continuar do longo percurso que os partidos do arco da corrupção vêm caminhando desde o 25 de Abril até à destruição final do país. Ficará para sempre na história como tal.

Não é, nem nunca será o meu presidente pois não sou republicano, mas além disso não lhe reconheço competência, ética, moral ou sequer inteligência. Não tenho dúvidas que daqui a muitos séculos todas estas personagens irão ser tão mas tão gozadas pelos nossos descendentes. Marcelo é mais um a juntar a essa lista.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s