A falta de Vergonha da Maria de Belém

Hoje foi absolutamente surreal ouvir Maria de Belém acusar de demagogia e populismo as pessoas que a criticam, por ela fazer parte da lista de deputados que não querem perder a subvenção vitalícia.

Maria de Belém demonstra que além de ser uma pessoa medíocre intelectualmente, não tem vergonha em receber uma subvenção vitalícia que pode ser pedida por qualquer deputado após 12 anos de serviços ao país na AR. Enquanto outras pessoas, trabalham 30, 40 anos e nunca irão receber metade dessa subvenção como reforma.

São pessoas como a Maria de Belém o verdadeiro cancro deste país. Não demonstra vergonha, não demonstra moral, não demonstra ética. Só lhe falta cuspir directamente na cara de todas as pessoas que votaram nela e que irão votar nela no Domingo, para a as eleições presidenciais. E isso é o mais surreal que tudo…Num país normal, Maria de Belém iria ter uma votação ridícula abaixo de 1% depois destas declarações, mas sei bem que tal não vai infelizmente acontecer.

Maria de Belém é um perigo à democracia, refugiando-se no argumento bacoco e muito típico da classe politica portuguesa da demagogia e populismo. Maria de Belém prova que não conhece a vida real, vive num mundo de fantasia. Absolutamente nojenta….Uma verdadeira terrorista.

Maria de Belém é um desperdício de oxigénio e de recursos do planeta. Maria de Belém é uma vergonha para a espécie humana.

Tudo o que aqui escrevo acerca de Maria de Belém aplica-se também aos 30 deputados que querem continuar a sugar o dinheiro dos contribuintes. Mas isto obviamente…é apenas a ponta do iceberg.

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s